PESQUISAR POR LG, SIA OU NOME

Greening


Conselho de Agricultura e Pescas de Maio 2012- Resumo de dia 15


O Greening é um dos principais novos elementos na reforma da Comissão da Política Agrícola Comum.

"A proposta sobre 'greening' é essencial para a reforma da Política Agrícola Comum. O Conselho apoia amplamente as ambições, mas o debate de 15 de maio de 2012 mostrou preocupações sobre o aumento da burocracia, e precisamos de ter em consideração as diferenças naturais", segundo a presidente, a Ministra dinamarquesa da Alimentação, Agricultura e Pescas, Mette Gjerskov.

A proposta da Comissão sobre greening sugere que 30 por cento dos pagamentos directos aos agricultores estará dependente do cumprimento dos requisitos que garantam uma produção com mais respeito pelo meio ambiente.

Na reunião os ministros agrícolas da UE apresentaram uma série de alterações às propostas da Comissão sobre greening, por exemplo:

  • Alargar o âmbito de 'verde por definição' não apenas às terras agrícolas cultivadas pelo modo biológico, mas também terras cultivadas de acordo com certos programas de certificação.
  • Aumento do limite de diversificação de culturas a partir de 3 hectares para 10 hectares ou mais, e que a isenção do cumprimento deste requisito deve também incluir áreas de foco ecológico.
  • Ajustar a exigência de sete por cento para a terra que deve ser reservada para áreas de foco ecológico para que as áreas ambientalmente mais práticas para o Programa Rural possam ser incluídas, e que os requisitos visem uma região em vez de explorações individuais.

Após a discussão no Conselho a Presidência dinamarquesa vai continuar a trabalhar na proposta de greening a ser discutida pelos órgãos especializados competentes. A Presidência dinamarquesa tem como objectivo apresentar um relatório sobre a reforma da Política Agrícola Comum na reunião do Conselho de 18 de Junho de 2012.


Ver ligação