A ACBM
 

A Raça
Mertolenga

Carne
Mertolenga DOP

Documentos e
Ligações

Associados

Bolsa de Animais

Contactos
Compromisso para o Crescimento Verde e a Biodiversidade

Tema: Biodiversidade e serviço dos Ecossistemas; Compromisso para o Crescimento Verde e a Biodiversidade, 09 de Janeiro 2015, Universidade de Évora, Évora

 

 

 

Áreas temáticas:

    Água
    Resíduos
    Agricultura e floresta
    Energia
    Transportes
    Indústria extrativa e transformadora
    Biodiversidade e serviços dos ecossistemas
    Cidades e Território
    Mar
    Turismo

No pilar da Biodiversidade e Serviços dos Ecossistemas foram identificadas 7 iniciativas:


    1-Definir, no contexto da nova regulamentação europeia, as condições de acesso aos recursos genéticos nacionais e a partilha justa e equitativa dos benefícios da sua utilização;
    2-Implementar a iniciativa TEEB (The Economics of Ecosystems and Biodiversity) em Portugal, quantificando e remunerando o valor económico dos serviços dos ecossistemas;
    3-Implementar sistemas naturais de proteção contra catástrofes e riscos naturais, como cheias e inundações;
    4-Criar e implementar a marca natural.pt, de produtos e serviços desenvolvidos com base nos recursos das áreas classificadas, estabelecendo um regulamento de adesão e processos de acompanhamento;
    5-Dinamizar a adesão voluntária de empresas e outras entidades à iniciativa “Business and Biodiversity”;
    6-Implementar medidas relativas à promoção e melhoramento recursos genéticos animais – raças autóctones;
    7-Promover as medidas agroambientais que suportam sistemas agrícolas de alto valor natural (SAVN).

No setor Agricultura e Floresta, o Compromisso para o Crescimento Verde identifica 10 iniciativas:

    1-Promover as medidas agroambientais e agilizar os processos de atribuição de subsídios;
    2-Apoiar atividades agrícolas e florestais desenvolvidas em áreas classificadas ao abrigo das Diretivas Aves e Habitats através do Pagamento Natura;
    3-Apoiar investimentos na agricultura que promovam níveis mais elevados de sustentabilidade na utilização dos recursos;
    4-Apoiar as explorações que cumpram as regras do Pagamento verde (Greening) componente ambiental dos pagamentos diretos do primeiro pilar da PAC (2014-2020);
    5-Promover a certificação da gestão florestal sustentável apoiando a adaptação das ex­plorações e das empresas às exigências am­bientais, de segurança e prevenção de riscos;
    6-Apoiar explorações que cumpram as Boas Condições Agrícolas e Ambientais (BCAA);
    7-Apoiar o desenvolvimento e estruturação de novos produtos do sector agroflorestal, garantindo maior valor acrescentado ambiental;
    8-Melhorar a gestão florestal e a produtividade dos povoamentos florestais;
    9-Aumentar o contributo da cinegética, da pesca, da silvopastorícia, da apicultura, da produção de cogumelos e de outros produtos não lenhosos;
    10-Promover utilização de produtos de origem florestal com baixa pegada de carbono (ex.: Green building).

 



Apresentação do Engº Leonardo Costa (Agricultura e Crescimento Verde)

Emissão gravada ao vivo da sessão: “Compromisso para o Crescimento Verde e a Agricultura e Florestas”

Consulte aqui algumas propostas apresentadas. Apresente a sua também.

Veja aqui todas as áreas temáticas do crescimento verde http://www.crescimentoverde.gov.pt/compromisso/areas-tematicas/


+ info

<-- Voltar
 Copyright © 2011 | ACBM Home | Contactos | Sitemap | Desenvolvido por: Ruralbit | Última Actualização: 2017-Apr-27