A ACBM
 

A Raça
Mertolenga

Carne
Mertolenga DOP

Documentos e
Ligações

Associados

Bolsa de Animais

Contactos
Historial / Evolução

1978

Tem início o Registo Zootécnico da população bovina Mertolenga, sob a responsabilidade da Direcção-Geral dos Serviços Pecuários. O primeiro efectivo Mertolengo foi identificado e registado em 09 de Fevereiro, na Herdade da Coitadinha em Barrancos.



1992

É estabelecido o Programa Novagri, o qual com os apoios que implementou promoveu a exploração da vaca Mertolenga em linha pura. Com o incremento de vitelos Mertolengos nascidos anualmente, estava lançada a base para o crescimento da população Mertolenga.

1993

No final deste ano, é fechado o Registo Zootécnico passando a funcionar apenas o Livro Genealógico da Raça Mertolenga.

1994

Findo o Programa Novagri, surgem as Medidas Agro-Ambientais no âmbito do II Quadro Comunitário de Apoio. A fracção de reprodutoras Mertolengas exploradas em linha pura continua a crescer e o aparecimento de novos efectivos leva a que em quatro anos, o total de criadores aderentes ao LG em actividade passe de 123 para 224.



É também em 1994 que a ACBM dá início à informatização do LG com a colaboração do Prof. Carlos Roquete da Universidade de Évora, através da aplicação RegZoot.

1995

É entregue à ACBM a gestão do Livro Genealógico da Raça Mertolenga. Realiza-se o primeiro leilão de jovens reprodutores Mertolengos em Moura, incluido na I Feira do Bovino Mertolengo. Este evento que prosseguiu durante alguns anos, contribuiu fortemente para a divulgação e crescimento do efectivo reprodutor do LG.

1998

Ultrapassadas as 7500 fêmeas inscritas no LG, a Raça Mertolenga deixou de ser elegível para novos contractos nas Medidas Agro-Ambientais. A prazo os contractos quinquenais terminaram e o efeito notou-se em 2001 na redução do total de vitelos inscritos no Livro de Nascimentos.



Nos anos que se seguiram o crescimento do número de criadores mostrou algum crescimento com tendência para estabilizar, continuando também a crescer o total de fêmeas no LG. Quanto ao total anual de vitelos inscritos no LG, verificou-se uma significativa oscilação deste valor, resultado de equivalente comportamento nos apoios à exploração da vaca Mertolenga em linha pura.

2003

É realizada a primeira avaliação genética da Raça Mertolenga.

2004

Inicia a ligação técnica da ACBM com a Ruralbit através da utilização de uma nova aplicação informática, denominada GenPro, para servir a base de dados do LG. É publicado o primeiro Catálogo de Touros da Raça Mertolenga, após a apresentação da segunda avaliação genética, que passa a ser publicada anualmente em conjunto com o referido catálogo.

2007

Evolução da base de dados do LG para uma plataforma online, permitindo que os criadores tenham acesso, através da internet, à informação do seu efectivo registada no Livro Genealógico da raça.

2009

A tatuagem na orelha direita com o número LG, como método oficial de identificação dos animais inscritos no LG é substituída pela identificação electrónica. Apesar desta alteração, este número continua a ser atribuído a todos os animais registados.
 Copyright © 2011 | ACBM Home | Contactos | Sitemap | Desenvolvido por: Ruralbit | Última Actualização: 2017-Jun-23